segunda-feira, 11 de março de 2013

Comissão investigará informações contraditórias.


Caros amigos, seguidores e leitores, a Câmara Municipal irá investigar as informações contidas nos ofícios nº 053/GAB/2012, de 18/05/2012, e nº 000011/2013, de 07/02/2013 que se contradizem sobre possível auditoria realizada pela Receita Federal e que resultou nas multas que podem ser visualizadas na postagem anterior.

Utilizando a Tribuna Livre da Câmara a ex-secretária de Fazenda do município negou que tal auditoria tenha ocorrido. O fato é que o município foi multado em R$ 13.537,30, além de ter de pagar juros de R$ 8.500,95, num prejuízo total de R$ 22.038,25. Ainda não sabemos bem o que ocorreu e este foi o motivo de abertura de Comissão Especial para investigação e esclarecimento dos fatos.

Por unanimidade o plenário da Câmara decidiu pela abertura da Comissão, que deverá ser instituída pela Presidência da Casa nos próximos dias. Deverão ser ouvidos o ex-prefeito, a ex-secretária de Fazenda e a atual, além de representante da Receita Federal e outros envolvidos.

Aparentemente houve um erro administrativo que resultou neste prejuízo ao município, além de um possível crime de responsabilidade pela negativa apresentada pelo ex-prefeito da ocorrência da referida auditoria.

Esperemos que a Comissão esclareça os fatos e que, caso seja necessário, indique a punição a quem merecer.

Em tempo: desde o dia 19 de fevereiro, dia seguinte à publicação do texto “Transparência cada vez mais ameaçada” onde critiquei sua desatualização, o site da Câmara Municipal está fora do ar, ou seja, já são três semanas sem acesso às notícias e informações do legislativo.