sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Reta final. Hora de mudar.


Caros amigos, seguidores, leitores e eleitores, estamos na reta final de uma batalha, desigual, diga-se de passagem, mas uma batalha que lutamos com dignidade, respeito e sobretudo amor. Nossa campanha não contou com os recursos financeiros de nossos adversários, mas sobraram dedicação, empenho, companheirismo e crença. Crença de que representamos o que de melhor a nossa classe política poderia oferecer à nossa sociedade.

Apresentamos a vocês durante estes três meses projetos para nossa cidade, dois candidatos com capacidade e comprometimento com Bicas, com ideias e ideais inovadores, inteligentes e preparados.

Cabe agora a vocês decidirem o futuro da nossa cidade. Optarem pelo que desejam para os próximos quatro anos de administração municipal. Eu, apesar de suspeito para opinar, não tenho dúvidas em indicar o voto na chapa formada por Dr. Magela e Prof. Léa (14). Com certeza estas são as duas pessoas que podem e vão proporcionar o melhor para nossa cidade na próxima gestão.

Quanto à eleição para a Câmara de vereadores, peço seu voto de confiança pelo trabalho que desenvolvi nos últimos quatro anos como vereador, do qual já falei no texto Loro 13.633, e no que ainda é necessário e preciso ser feito, que é o meu propósito para o próximo mandato. Enquanto alguns vereadores prometem um monte de coisas que absolutamente não podem cumprir, prefiro dizer a vocês que tentarei modernizar as leis municipais para adequá-las à nossa realidade e que continuarei lutando para que o Prefeito, seja ele quem for, faça cumprir as leis.

Batalharei incansavelmente para que os serviços públicos sejam tratados de forma igualitária, sem favorecimento de um pequeno grupo em detrimento da maioria da população. Apresentei um projeto de lei neste sentido, mas, infelizmente, o atual Prefeito preferiu entrar na justiça para brecar o acesso à fila de espera por serviços públicos. Creio que todos nós temos o direito de saber quem está na nossa frente na fila por um atendimento fisioterápico, por um exame simples ou de alto custo, por um desaterro ou por qualquer serviço público que a Prefeitura preste. A não permissão de acesso a estas listas de espera é que geram a submissão da população aos maus governantes.

No próximo mandato vou tentar provocar o debate para que a Câmara reforme nosso Código de Posturas e nosso Código de Obras, além de estar atento às demandas da população que possam ser atendidas através de projetos de leis que contemplem suas necessidades.

Este é o papel de um vereador e não falar que vai asfaltar a cidade, que vai realizar obras ou implantar projetos ou coisas parecidas. As pessoas têm que entender que vereador não pode criar despesas para o município, portanto, não podem sequer prometer que vão melhorar salários de servidores ou melhorar o atendimento do hospital e blá, blá, blá...

Para vocês terem uma ideia de nossa impotência diante da omissão ou da falta de competência do Prefeito, em 2005, antes mesmo do Honório tomar posse, consegui junto ao Deputado Federal Paulo Delgado R$ 150.000,00 para calçar o Bairro Gilson Lamha e, já no ano seguinte com a intervenção do Amarildo junto ao Deputado Federal Vadinho Baião (atual Prefeito de Ubá), mais R$ 150.000,00 para o calçamento do mesmo bairro. Este recurso deveria ser suficiente para calçar todo o bairro, mas, por incompetência ou omissão, as ruas continuam sem calçamento, convênios foram cancelados, e a população continua sofrendo com a falta de infraestrutura urbana naquele local.

Em resumo, peço seu voto consciente, para Magela e Léa, a melhor opção para nossa cidade e para mim como vereador. Obrigado pela sua atenção e por me acompanhar aqui neste espaço, onde procuro mantê-lo informado e ciente de minhas ações e das discussões que travo na Câmara Municipal de Bicas.

Abraço.

Loro, candidato à reeleição com o número 13.633.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Não queria comentar, mas...


Caros amigos, seguidores, leitores e eleitores, jurei para mim mesmo que não iria comentar nada sobre o Fernando do Joca em meu blog, porém, fica difícil assistir ao show de arrogância, prepotência e total desrespeito à lei dado por este senhor.

Esta pessoa, que sequer pode ser chamado de cidadão neste momento, pois está com seus direitos políticos suspensos devido à condenação criminal que sofreu, dá mostras diárias de total desrespeito aos cidadãos de bem e às instituições. Devido à suspensão de seus direitos políticos, esta pessoa sequer poderia participar de quaisquer eventos de campanha ou se manifestar sobre este tema. Não que para mim isso faça diferença, não faz mesmo. Até porque sempre disse para todo mundo que me indagou algo sobre politica, que o melhor adversário a ser enfrentado seria o Fernando, exatamente pelo volume de problemas que ele acumulou em sua vida pessoal.

Ocorre que ele vem dando sucessivas mostras do que não precisamos para nossa cidade. Sai com carro de som da campanha provocando adversários e desrespeitando ordem judicial, usa a Tribuna Livre da Câmara como se pudesse fazê-lo, comanda a campanha de seu sogro para Prefeito e ainda usa a rádio para se manifestar politicamente.

É por estas e outras que eu disse ao Honório e a outras pessoas próximas a ele, ainda no ano passado, que se o seu candidato fosse o Fernando não contasse com meu apoio. Aliás, outro dia encontrei com umas destas pessoas, pouco antes do afastamento definitivo do Fernando e ela me disse que tinha pensado em mim a semana anterior inteira, devido ao alerta que fiz na ocasião.

Nós, enquanto partido ou coligação partidária, já fizemos nossa parte denunciando o comportamento indevido desta pessoa, cabe agora à Polícia Militar, ao Ministério Público e à Justiça darem a resposta à sociedade.