terça-feira, 8 de março de 2016

Polo Empresarial – finalmente saiu do discurso.

Caros amigos, seguidores e leitores, é com imensa satisfação que hoje escrevo a respeito do futuro Polo Empresarial José Maria Guarnieri.

Depois de uma luta política inglória, onde vereadores preocupados com as eleições de 2016 tentaram a todo custo inviabilizar a aprovação do Projeto de Lei, finalmente o Prefeito Magela sancionou a Lei que autoriza a criação do Polo.

Se olharmos para o passado, veremos que todos os candidatos a Prefeito de Bicas, eleitos ou não, tinham em seus planos de governo a criação de um Distrito, um Polo ou um Quarteirão industrial. A aprovação deste projeto, portanto, joga por terra promessa de mais de 30 anos de diversas administrações que passaram pela Prefeitura de Bicas. Isso coloca um ingrediente interessante nas eleições deste ano. Qual será o projeto para a área de desenvolvimento econômico do Município dos adversários do atual Governo?

Ao que tudo indica, teremos três candidatos a Prefeito de Bicas em 2016. O ex-prefeito Honório, o empresário Ramillo e a atual Vice-prefeita Professora Léa. Pelo menos até o momento são os pré-candidatos que estão colocados. Analisando este cenário, algumas perguntas podem ajudar as pessoas a definir seus votos.

Será que os dois pré-candidatos de oposição darão continuidade à implantação do Polo Empresarial? Será que o empresário deixará a direção de suas empresas em segundo plano para se dedicar à administração municipal? Será que se eleito, o ex-prefeito Honório terá uma nova visão sobre a cidade? Ou voltará a fazer a política de gabinete sem coragem de fazer o Município avançar? Quem seria a pessoa mais indicada para dar continuidade à implementação do Polo Empresarial? Quem tem melhor acesso e melhores condições de viabilizá-lo?

Sem dúvida alguma, este foi o projeto mais importante para a cidade nos últimos 50 anos. Será fácil de implementar? Não, não será. Mas tenho a mais absoluta certeza que a pessoa que pode, quer e tem capacidade para tirar a idéia do papel é a Professora Léa, que apesar de não ter sancionado a lei, por ser esta uma atribuição do Prefeito Municipal, é a principal idealizadora do Polo Empresarial. Eu passarei para a história da cidade como o vereador que apresentou o projeto de lei que criou o Polo, porém, não posso deixar de fazer justiça à pessoa que realmente foi a protagonista desta realização, a Vice-prefeita Léa Castro.

A aprovação desta lei acende uma luz no fim do túnel, clareando a possibilidade de que nossa cidade comece a resolver dois problemas. Gerar emprego e renda para os moradores e gerar receita própria para a administração municipal, colocando a cidade no mapa do desenvolvimento regional. Finalmente uma gestão municipal deu importância à questão do desenvolvimento. Todas as últimas administrações que passaram por Bicas se prendiam a ficar choramingando a falta de recursos por falta de repasses financeiros, seja do Estado, seja da União. Não moveram uma palha no sentido de colocar a cidade mais independente dos humores das demais esferas de poder.


Por tudo isso, parabenizo a atual administração. Seu slogan de campanha foi “Mudar para desenvolver” e, antes tarde do que nunca, demos o primeiro e importante passo neste sentido.