quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Está chegando a hora.

Caros amigos, seguidores, leitores e companheiros. Estamos a 13 dias das eleições 2016. Mais uma vez teremos a chance de influir diretamente nos destinos da nossa cidade.

Três candidaturas estão colocadas neste momento. Honório de Oliveira, Ramillo Rodrigues e Chiquinho Sales. Olhando as propostas e analisando o caráter dos três, não tenho dúvidas em afirmar que Chiquinho Sales é o melhor candidato.

A candidatura Honório é facílima de ser analisada. Em OITO anos de mandato ele fez muito, mas ficou longe de atacar nossas principais aflições: geração de emprego e renda; melhoria da estrutura administrativa e potencialização da arrecadação.

Hoje, graças ao descaso com a arrecadação municipal nos últimos 12 anos, a crise nos impactou de forma contundente. Ficamos cada vez mais reféns do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e com sua queda a Prefeitura se lascou.

Precisamos, portanto, de alguém que tenha o compromisso de quebrar esta dependência do FPM. E qual seria a melhor forma para que isso acontecer? Investir e apostar na criação do Polo Empresarial da cidade, tomar as medidas necessárias para incrementar a arrecadação e enxugar a máquina administrativa.

Bem, voltando ao Honório, ele já se posicionou contrário à implantação do Polo Empresarial mais de uma vez. Portanto, com ele, esta possibilidade está descartada. Assim como ele, o empresário Ramillo também já se posicionou contrário ao Polo. Ponto para o Chiquinho, único a abraçar a idéia.

Sobre tomar as medidas necessárias para incrementar a arrecadação e enxugar a máquina, podemos constatar nos Planos de Governo (acesse o Divulgacand 2016), que Ramillo não se preocupa e nem cita isso no seu. Já no do Chiquinho diz o seguinte: “Manter o equilíbrio das contas públicas e modernizar a Receita Municipal; Fortalecer as receitas próprias da Prefeitura por meio de leis municipais;” e “Reestruturar o organograma da Prefeitura, buscando redução de gastos com a folha de pagamento.” Já o Honório, em OITO anos NUNCA tomou nenhuma medida para incrementar a arrecadação e nem para diminuir gastos com folha de pagamento. Pelo contrário, quando foi apertado pelo Ministério Público sobre a prática de nepotismo criou uma Secretaria Municipal e “deu” para um parente que era diretor. Diga-se de passagem, seu Plano de Governo também não trás uma linha sequer sobre estes temas. Mais um ponto para o Chiquinho.

Sobre questões levantadas pelos dois adversários do Chiquinho, dizendo que o Polo seria inviável, o que tenho a dizer é que: 1) o Presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG); 2) o Presidente da Associação Comercial e Industrial de Bicas (ACE); 3) técnicos da COPASA; 4) técnicos da CEMIG; 5) técnicos da Ruralminas; 5) vários empresários; 6) Governo do Estado, etc, todos julgam o empreendimento viável, só os “visionários e altamente capacitados” Honório, Ramillo, Beth e Ailton Mendes acham que não é. Sabem o que é isso? Política porca e mesquinha que prejudica a cidade.

Vamos a um exemplo bastante interessante. A cidade de Matias Barbosa construiu o Park Sul (BR-040) já há alguns anos. Resultado disso? Arrecadou nos últimos seis anos R$ 90 milhões em ICMS, enquanto Bicas arrecadou míseros R$ 15 milhões (tabela abaixo). Portanto, o Polo Empresarial não é só um potencial gerador de emprego e renda, é também a solução para que Bicas de seu grito de independência em relação ao FPM e, arrecadando mais, é possível ofertar melhores serviços públicos à população.
Mais detalhes: http://www.fjp.mg.gov.br/robin-hood/index.php/transferencias/pesquisamunicipio

Dito tudo isso, peço a vocês que raciocinem, pensem. Leiam e se atentem para o que está no Plano de Governo dos candidatos. Sem dúvida alguma, o melhor pra Bicas é Chiquinho Sales e André Rossi, 12 (#ColaJunto).


Deixo aqui mais uma vez o link com um resumo do mandato por mim exercido até o momento, pedindo seu voto se confiança para que eu possa continuar defendendo os interesses de vocês e da cidade na Câmara Municipal, vote Loro – 13.633.

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Até quando?

Caros amigos, seguidores e leitores. Hoje preciso fazer uma reclamação direta ao Poder Judiciário do nosso país. Até quando as pessoas serão obrigadas a conviver com o cidadão desrespeitoso, transgressor das leis, ficha-suja, ex-foragido da justiça, condenado em cumprimento de pena, entre outros predicados pejorativos. Até quando?

Trata-se de Fernando do Joca, que cumpre pena na justiça até 21/10/2017 exatamente pelo crime de calúnia, injúria e difamação e, reiteradamente, continua cometendo o mesmo crime através das redes sociais e, com a mais absoluta certeza, pelas ruas da cidade também.

Onde está nossa justiça? Onde está o Poder Judiciário que não age?

O alvo da vez agora é o jovem Renan, candidato a vereador em nossa chapa. Por duas vezes o bandido acusa injustamente o Renan de ter traído a campanha dele na eleição passada. Logo o Renan, um jovem companheiro, dedicado, capaz, honesto e realizador. Uma covardia o que este sujeito faz com ele. Será que esta é a cara que vocês querem de volta à Prefeitura Municipal? Será que alguém, em sã consciência, gostaria de ver de volta à Prefeitura Municipal este tal de Fernando do Joca? Pra quem não sabe, este desqualificado é apoiador do ex-prefeito Honório de Oliveira.

Eu, a Léa e o Magela já abrimos processos contra este bandido pelos mesmos motivos pelos quais ele está condenado. Esperamos que o Renan faça o mesmo, porém, antes disso, esperamos que a justiça tome as devidas providências em relação a este canalha.


Como gosto sempre de matar a cobra e mostrar o pau, segue o ATESTADO DE PENA do sujeito.